RESPOSTAS ÀS PRINCIPAIS OBJEÇÕES CONTRA O BATISMO DE CRIANÇA


RESPOSTA ÀS PRINCIPAIS OBJEÇÕES CONTRA O BATISMO DE CRIANÇAR

esposta do catequista Aquino ao seu amigo Costa da CBB ( Congregação cristã do Brasil )

Primeira parte : 

1° -  O batismo cristão é para quem tem fé  e condições de se arrepender de seus  pecados pois está escrito : Quem crê e for batizado será salvo ( Marcos 16 .16 ).  Ora já que a criança não têm fé, não tem pecado e nem condições para se arrepender é inútil e antebiblico batizar crianças.

Resposta católica:  Este é   um dos  argumentos mais citados pôr muitos protestantes contra o batismo de crianças, porém,  é tão velho quanto a resposta que já lhe deram. E para o espanto de quem o faz é um dos mais fracos argumentos citados,  visto que a falta de fé e noção na criança não impede que as mesmas sofram a conseguência do pecado original. 

semelhantemente , não impede que as mesmas sejam libertas de Tal conseguência pelo batismo que apagar o pecado original.

Ademais : 

Os filhos são BATIZADOS pela fé dos PAIS. A Bíblia diz que os filhos são santificados pelos pais (1Cor 7,14).

Deus concedeu aos pais autoridade sobre os filhos. São os pais que decidem tudo sobre a vida dos filhos menores. Os pais escolhem educação, alimentação, vestuário... Mesmo sem eles terem condições para escolherem, visando  o seu bem físico , temporal e terreno.  

semelhantemente, os pais decidem e pedem o batismo para seu filhos menores ( crianças ) visando o bem mais importante do quê todos os bens físicos temporais e terrenos que é a graça divina,  a entrada na grande família de Deus que é a Igreja, a qual lhe alimentará com : A palavra, sacramentos... de Deus... Graças estas que facilitarão o nascimento e acolhimento  paulatinamente da fé divina em seus corações....etc.

Qual o bom pai que podendo assegurar uma grande herança para seu filho , não lhe asseguraria ? Será  que os bens espirituais e eternos , concedidos por Jesus Cristo através de sua igreja  e  do batismo  são inferiores e menos valiosos que os bens físicos, temporais e terrenos ?

No Evangelho Jesus mostra claramente a autoridade dos pais sobre os filhos e realiza curas e libertações dos filhos através do pedido dos pais: (Mt 15,28; Jo 4,50-51).

2° -  As crianças não precisam serem batizadas porque está escrito que delas é o reino dos céus. Resposta : 

 Ora,  tal expressão não excluí as crianças da necessidade do batismo, pois a mesma expressão é dita e dirigida aos pobres de espírito, mas isso não quer dizer que basta ser pobre de espírito para ser salvo , é apenas uma das condições para ser salvo, semelhantemente, o ser humilde como as crianças é apenas uma das condições , para ser salvo, não a única.

A fé da Igreja Primitiva sempre incluiu a CRIANÇA no Batismo:

Faço  uma pausa para perguntar : Quem tem mais autoridade e conhecimento sobre quem os apóstolos batizavam e como batizavam é você caro amigo protestante  e todos os demais que negam a validade do batismo de crianças  ( Protestantes que não tem nem 600 anos de existência )  ?

OU os primeiros cristãos que conviveram com os apóstolos , que foram testemunhas oculares das explicações e práticas da doutrina cristã ensinadas e realizadas pelos apóstolos ? 

Ora os primeiros cristãos deixaram escrito que receberam dos apóstolos a tradição  ( Apostólica ) de batizarem as crianças! Dentre muitas citemos estes três testemuhos  dos pais da igreja  primitiva : 

IRENEU DE LYON (130 - 202 D.C)

"Jesus veio salvar todos os que através dele nasceram de novo de Deus: OS RECÉM-NASCIDOS, os meninos, os jovens e os velhos". (Ireneu - 180dC. Adv.Haer. livro 2, 22.4).

CIPRIANO -

"DO BATISMO e da Graça NÃO DEVEMOS AFASTAR AS CRIANÇAS". 

(São Cipriano em 258 dC. - Carta a Fido)

ORÍGENES - 

"A IGREJA recebeu dos Apóstolos a Tradição de DAR BATISMO TAMBÉM AOS RECÉM-NASCIDOS". (Orígenes - 185-255 dC. Epist. ad Rom. Livro 5,9).

Será prezados amigos protestantes  ( e de modo especial, meu amigo costa da CBB ) que vocês vivendo em pleno século XXI sabe mais do assunto do quê as testemunhas oculares dos primeiros séculos da igreja ? 

Vemos assim que o batismo de crianças não é uma inovação do catolicismo com muitos dizem. Ao contrário a rejeição e  negação da validade bíblica do batismo infantil é uma inovação da maioria das igrejas protestantes. Assim como a igreja Católica algumas igrejas protestantes também batizam crianças, dentre elas : A igreja Luterana,  presbiteriana, anglicana...

 Para quem se agarra e recorre apenas para o  testemunho de tertuliano, saiba que apenas o dele é como uma gota d'água diante  dos oceanos do planeta terra, é com um grão de areia diante de toda terra do universo em relação com  os testemunhos de todos os demais País da igreja. Ademais, tertuliano não é contra o batismo de crianças mas apenas das recém nascidas.

3° -   O Batismo de CRIANÇAS é LEGÍTIMO e BÍBLICO .  Pois é uma prática antiga da Igreja , é uma prática apóstolica. Vários textos bíblicos mostram  que os apóstolos batizavam famílias INTEIRAS : 

At 16,15: " ...Lídia  foi BATIZADA, ela E A SUA CASA [...]"

At 16,  32 - 33:  ..."Imediatamente" foi BATIZADO, ele E TODA A SUA FAMÍLIA."

1Cor 1,16: "E BATIZEI também A FAMÍLIA DE ESTÉFANAS [...]"

A palavra "casa" ("domus", em latim; "oikos", em grego) designava o chefe de família com todos os seus domésticos, INCLUSIVE AS CRIANÇAS.

Diante desta verdade o irmão costa da CBB ( grande amigo ) chega a alegar que de Taís textos não se pode provar que nas famílias mencionadas tinham crianças. 

Mas dentre várias coisas  ele :

Esquece que ele  não pode negar que toda criança faz parte da família e que na maioria delas há ou certamente já teve crianças.  

Esquece que ele não pode provar que em nenhuma famílias mencionadas não haviam crianças. 

Esquece da possibilidade dos apóstolos terem batizados várias outras famílias além das citadas, visto que através de tais famílias mencionadas ficamos sabendo que os apóstolos tinham o hábito

( a prática de batizar FAMÍLIAS INTEIRAS ). 

Esquece que biblicamente falando,  não há nenhum texto bíblico negando a possibilidade do batismo de crianças visto que mesmo sem ter fé e noção as crianças sofrem a conseguência do pecado original salmos 51, 5 ; Romanos 5, 12  - 14 . 19 ; 3, 23 ; 1 Coríntios 15 , 22.    

Respostas às objeções contra batismo de crianças .

Segunda parte  :                                    

ESQUECE TAMBÉM QUÊ : Já que Jesus Cristo deu ao sacramento do batismo o efeito de produzir um renascimento , uma regeneração espiritual ( compare João 3 , 5 com Tito 3 , 5 - 7 ) Que tem o poder de perdoar o pecado original e até pessoais se houverem, comunicando à alma a graça santificante ( Efésios 5, 26 - 27 ; Atos 2 , 38 - 39 ; atos 22 , 16) Nada há de errado, heresia ou antebiblico libertar as crianças de tal conseguência do pecado original mesmo antes delas terem fé ou noção.

E uma das provas que nos textos bíblicos que os apóstolos batizavam famílias inteiras não excluí crianças é quê : 

A palavra traduzida para FILHOS , em atos 2, 39,  deriva da palavra grega "Τεκνα" que significa CRIANÇAS DE COLO. Como consta no dicionário do grego.

DICIONÁRIO GREGO: (5043) (te>knon); childless: - childless, without children.

Em outras palavras : Quando São Pedro diz em atos 2, 38- 39. Que a promessa do batismo é para você e seus filhos... A palavra grega empregada para denotar filhos é Teknon, esta é a mesma palavra usada em atos 21 , 21 para descrever crianças de oito dias de idade ( a mesma idade da circuncisão judaica ).

E mais :  I sso vem só confirmar que o batismo cristão substituiu na nova aliança a circuncisão judaica, como afirma São Paulo em colossenses 2 , 11 - 12. 

Sendo a circuncisão judaica um paralelo , uma sombra do batismo cristão, surge a pergunta inevitável : Os judeus circuncidavam seus filhos em qual fase da vida ? Na infantil, e para ser mais preciso , no oitavo dia de vida  ( veja em Gênese 17 , 11 ). 

A analogia é tão clara que ele , São Paulo, chama o batismo de circuncisão de Cristo.

 Pois bem, vemos claramente que a circuncisão na antiga aliança era feita na criança, mesmo sem ela ter fé e noção para inserí - lá e fazê - lá membro do povo de Deus, e o batismo na nova aliança substituiu a circuncisão judaica. 

Diante dessa verdade bíblica perguntamos  ao amigo Costa  ( Evangélico,  membro da CCB : Qual a Razão de rejeitar ( ou considerar como antebiblica, heresia ) a idéia ou doutrina de que o batismo pode e deve ser ministrado IGUALMENTE nas crianças recém nascida ou antes delas terem fé ou noção ?                                      

Não esqueçamos que Jesus Cristo pediu para batizar todas as gentes, será que para certos protestantes as crianças não são gentes ? Não esqueçamos que quando Jesus Cristo mencionou a necessidade do batismo ele não indicou limites de idade , ora quem não impõe limite de idade não excluí as crianças ( João 3, 5 )                                       

4° - O prezado amigo Costa, evangélico da CBB, para invalidar e tentar provar que o batismo da igreja católica é antebíblico insiste em perguntar onde está escrito na bíblia, que os apóstolos cobravam pelo batismo?

 Ora, amigo Costa, a existência de tal taxas em relação ao batismo não o torna antebiblico, pois se refere às tão conhecidas ESPÓRTULAS E CONTRIBUIÇÕES  , às quais se referem ao dever que os fiéis tem de manter  honesta subsistência dos seus pastores ( sacerdotes ),  da manutenção  e conservação dos templos.

Não podemos esquecer que tal dever faz parte da Disciplina da Igreja não faz parte da sua doutrina, à qual pode ser mudada ou até eliminada pela autoridade da igreja. Ao contrário do que você diz irmão costa tal dever é bíblico. Ou seja, longe de ser condenado ou proíbido pela bíblia é autorizado e recomendado pela própria Sagrada Escrituras, de fato: 

Em 1° Coríntios , 9,13 São Paulo Diz : Os que servem ao altar, do altar devem viver. Jesus Cristo referindo-se aos seus apóstolos disse : O obreiro é digno de sua recompensa ( Lucas 10, 7).                                                   

Em muitas paróquias onde foi introduzido o dízimo os padres não  pedem mais , aos dizimistas , " taxas" pôr ocasião de batizados, casamentos...etc. Mas em muitas paróquias ou lugares onde ainda não foi introduzido o dízimo, e apenas para certos não dizimistas  as contribuições em Taís ocasiões constituem o principal sustento do padre e da Igreja. E isto não é contrário à bíblia que diz : O que é ensinado - evangelizado na palavra, reparta dos seus bens com  o que ensina - evangeliza ( Gálatas 6, 6 ). 

 O texto de Mateus 10, 8 ( Daí de graça o que de graça recebeste ). Tão citado pôr alguns protestantes para acusar e  condenar a igreja católica de simonia, refere a curas. Ora, são exatamente alguns protestantes que fazem propaganda ruidosa de suas  " curas e milagres ", ficando com este negócio ricos, com fazendas e apartamentos! 

Quando os padres católicos fazem exorcismos, bênçãos e orações pelos doentes...etc .O fazem sempre de graça. Mesmo para quem não é dizimista mas é gravemente pobre a Igreja católica não pede tal contribuição em Taís ocasiões. 

Será que os protestantes que fazem tal objeção não querem que os sacerdotes nada, absolutamente nada, recebessem pelos serviços sagrados ? Eles devem ter sua casa, devem alimentar - se , vestir - se decentemente ; E entretanto os padres não podem ocupar - se de serviços e empregos profanos.                                                             

E os senhores ministros ( anciãos ) protestantes não recebem nada, absolutamente nada pelos  seus serviços de tão suave ministério ? 

Ao protestanre da CCB ( Congregação Cristã do Brasil, amigo Costa ) que pergunta aos católicos : Qual o texto bíblico que ensina a pedir ou cobrar pelo batismo, casamento ou outro serviço sagrado ?

 Respondemos  perguntando : Qual o texto da bíblia que ensina a pedir ou cobrar QUATRO coletas em um só Culto ? Sabemos que a CCB não pede ou cobra o dízimo , mas na realidade apenas substituiu a palavra dízimo pôr coletas, nas quais ou através das quais é possível  os membros da CCB pagarem e gastarem muito mais dinheiro do quê os dizimistas pobres das demais igrejas ( denominações ) Cristãs.

A bíblia fala de coleta, mas não ensina que cada crente tem o dever ou obrigação de dar QUATRO coletas em cada ou Certos cultos ! Ao pedir ou cobrar coletas para cada crente a CCB reconhece a necessidade da igreja e o pastor da mesma ser mantida, ajudada financeiramente pelos seus fiéis. Porque se recusa a reconhecer a mesma necessidade para Igreja católica e o sacerdote da mesma ?  

Prezado amigo Costa da CBB ; 

Se em algum momento ou palavras lhe ofendir humildemente lhe peço desculpas e perdão , pois essa não  foi  nem é  minha intenção. Fique na santa paz de Deus.

Contacto

Larcatolico (86) 99964-9541 aquinocatequista@hotmail.com